quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

O que é Google AdWords e como ele pode ajudar minha empresa?

O Google AdWords é um dos produtos oferecidos elo Google e tem realizado revoluções muito positivas em empresas de todos os tamanhos. Para criar sua conta no AdWords basta acessá-lo e seguir os passos. A inscrição custa apenas R$20,00 e o investimento nas campanhas de publicidade não tem valor mínimo. Por isso o AdWords tem sido explorado por empresas bem pequenas, por profissionais liberais, até multinacionais. Basta ter um site, vontade de expandir seus negócios e um pequeno investimento se comparado aos resultados.

Ao anunciar no AdWords e cadastrar palavras chave relacionadas ao seu negócio, os seus anúncios aparecerão no topo da página ou na coluna do lado direito das buscas do Google. Ou seja, o seu anúncio aparecerá somente para quem realmente está te procurando. E o melhor é que o anunciante só paga se o usuário entrar no seu site.

A plataforma que o Google AdWords disponibiliza para o desenvolvimento das campanhas e para a mensuração de resultados tem aparência simples mas uma complexa rede de ferramentas. Podemos utilizar, por exemplo, o AdWords junto com o Analytics para saber o efetivo aumento no tráfego do site. No AdWords podemos definir onde queremos que nossos anúncios apareçam – apenas para os usuários do bairro da sua empresa, para uma cidade inteira ou parte dela, para determinados países e assim por diante. Podemos cadastrar palavras chave negativas a fim de que os usuários não nos encontrem com elas. Por exemplo, se sua empresa oferece cursos, mas nenhum deles é gratuito, podemos cadastrar “curso gratuito” como uma palavra/expressão negativa. Assim evitamos o desperdício de cliques – entenda-se desperdício de dinheiro. O próprio Google disponibiliza um Centro de Aprendizagem no AdWords para quem quer estudá-lo.

Resumo das vantagens de anunciar no Google AdWords:

- No Google Adwords o seu anúncio só aparece para o usuário quando este procurar especificamente pelo produto ou serviço anunciado;
- O seu anúncio aparecerá no topo das buscas do Google;
- O anunciante só paga quando o usuário acessar o seu site e não quando o anúncio for publicado no Google;
- A plataforma do AdWords permite uma mensuração diária de resultados por palavra-chave;
- O anunciante escolhe o valor que deseja investir mensalmente em anúncios no Google Adwords;


Conheça alguns casos de empresas que investem no AdWords:

- O site http://www.barretesao.com.br/ investe cerca de R$500,00 por mês no AdWords e estima que a porcentagem de clientes vindos por meio dos links patrocinados é de 20%.
- O site http://www.sgcsistemas.com.br/ tem um investimento mensal de R$200,00no Google AdWords e tem um excelente retorno sobre o capital. Não tem números exatos, mas, segundo Cláudio Xavier, o retorno é muito bom.
- O site http://www.cuidamosdasuasaude.com.br/ investe R$2.000 em links patrocinados mensalmente, estima que 75% de seus clientes venham por meio dessa mídia e seu retorno sobre o investimento é de R$4.000, ou seja, 100%.
- Na Brandão Móveis para escritório, empresa familiar de São Paulo, o faturamento deu um salto de 200% em dois anos.”

(ADOLPHO VAZ, Conrado. Google Marketing - O guia definitivo de marketing digital, Novatec Editora. São Paulo, 2008. p.140 e 141)

“Uma propaganda barata, acessível e que traz excelentes resultados.”
Conrado Adolpho Vaz - Diretor da Publiweb


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Reflexão Feminina acerca de ensinamentos de Paulo

Dois textos estabeleceram links na janela da minha reflexão esta semana. Sim, imaginem uma testa franzida e um ponto de interrogação (ou vários) dentro de um balãozinho sobre a minha cabeça. São eles: 1 Timóteo 2:9-15 e 1 Pedro 3:1-7. Sugiro que os leiam antes de prosseguirem no meu texto, do contrário posso parecer uma questionadora feminista – e não é esta a idéia.

Sempre li estas passagens com o pensamento de que são ordens para o contexto em que Paulo vivia, mas o Novo Testamento tem muito que deve ser aplicado hoje e não é questão de contexto não. Então questiono qual o limite para o que se aplicou para as mulheres daquela época e o que se aplica hoje. Afinal, qual a mulher que nunca “adornou-se” com tranças e brincos de ouro mesmo que desprovida de qualquer intenção maliciosa? Estariam todas as mulheres que ensinam nas igrejas – pastoras, professoras de escolas dominicais, missionárias – desagradando a Deus? Paulo não “permite que a mulher ensine”...

Somos, nós mulheres, “co-herdeiras do dom da graça da vida” porque Eva foi a transgressora na história? Ou por que primeiro foi formado Adão e depois Eva? Paulo também cita que a mulher será salva dando a luz filhos. Mas hoje tantas crianças são geradas de forma tão irresponsável... Seria a mulher submissa e quieta, aquela que não usa pérolas e roupas caras, que ao dar a luz filhos seria salva? Ou todas?

Que a maior beleza das mulheres deve estar no seu interior não tenho dúvida, mas que ela não possa estar no seu exterior também... Não sei. Exageros na academia de ginástica, dietas absurdas, cirurgias plásticas desnecessárias, roupas e jóias com preços exorbitantes, acredito que são práticas que realmente não combinam com uma mulher dedicada a Deus. Mas alguns cuidados que despertem sua feminilidade, que façam bem para sua auto-estima, que agradem ao seu marido, com uma alta medida de bom senso não acredito desagradarem a um Deus que criou tudo tão minuciosamente, inclusive as mulheres.